Acesse sua Conta

Sicoob SC/RS tem R$ 1,8 bilhão para financiar a safra 2020/2021

O Sicoob SC/RS liberou R$ 1,3 bilhão para financiar o Plano Safra 2019/2020, o que corresponde a 74% da demanda de R$ 1,7 bilhão que esteve à disposição do produtor rural. Para a safra atual o Sicoob SC/RS vai acrescentar mais R$ 100 milhões, totalizando R$ 1,8 bilhão. O Governo Federal anunciou no dia 17 de junho a liberação de R$ 236,3 bilhões em financiamentos para o atual Plano Safra 2020/2021– 6,1% superior à safra anterior. Os recursos, que irão beneficiar pequenos, médios e grandes produtores rurais no país, serão para custeio e comercialização da produção e para investimentos em infraestrutura.

O montante é superior em cerca de R$ 10 bilhões aos R$ 225,59 bilhões anunciados na safra passada. “Os recursos do novo plano agrícola já estão disponíveis nas cooperativas do Sicoob até o final de junho de 2021. A boa notícia este ano, além do aumento do volume de recursos, é a redução nas taxas de juros. As diferentes linhas de crédito e as condições de cada uma delas podem ser conferidas com os gerentes das agências do Sicoob”, informou o gerente de Agronegócios do Sicoob Central SC/RS, Rodinei Munaretto.

Do total de R$ 236,3 bilhões do Plano Safra do país, R$ 154,3 bilhões são para juros controlados; R$ 82 bilhões para juros livres; R$ 1,3 bilhão para seguro rural e R$ 2,3 bilhões para apoio à comercialização.

Taxas de juros
Este ano as taxas de juros diminuíram. Para custeio, via Pronaf, as taxas de juros variam de 2,75% a 4% ao ano; do Pronamp 5% e demais produtores 6% ao ano. Para investimentos, via Moderfrota 7,5%; ABC 4,5% a 6%; PCA 5% e 6%; Inovagro e Pronamp 6%; Moderinfra e Moderagro 6%; Procap-agro 7% e Prodecoop também 7% ao ano.

O Pronaf dispõe de um total de R$ 33 bilhões (5,7% maior do que na safra anterior). O Pronamp tem R$ 33,2 bilhões (aumento de 35,1%) e para os demais produtores e cooperativas, o volume de recursos é de R$ 170,1 bilhões (crescimento de 3,1%). O governo federal dispõe de R$ 1,3 bilhão para seguro rural.

Sicoob SC/RS
Do total de R$ 1,7 bilhão que o Sicoob tinha disponível no Plano Safra 2019/2020, R$ 1,2 bilhão era para custeio (R$ 937 milhões liberados); R$ 357 milhões para investimentos (R$ 290 milhões liberados) e R$ 172 milhões para comercialização e industrialização (R$ 76 milhões liberados). Dos R$ 53 milhões de recursos livres, R$ 31 milhões foram liberados (59%).

Dos R$ 395 milhões disponíveis para investimentos, o Sicoob SC/RS liberou R$ 239 milhões (60%). Dos R$ 328 milhões do Pronaf, o Sicoob liberou R$ 196 milhões; do Pronamp, foram liberados R$ 20,5 milhões do total de R$ 34 milhões; e dos R$ 33 milhões para os demais produtores, R$ 22 milhões já foram liberados.

O Sicoob SC/RS assume posição de destaque quanto à liberação de recursos via BNDES. Entre todas as 16 Centrais do Sicoob no Brasil, o Sicoob SC/RS liberou 42% do volume disponível e realizou 65% do total de operações. As 2.297 liberações resultaram em contratos de R$ 260,7 milhões na safra passada. Do BRDE Emergencial, o Sicoob SC/RS analisou chamados que totalizam R$ 20 milhões e liberou R$ 10 milhões.

“Os dados mostram que o produtor rural pode contar com o Sicoob para financiar a sua produção e, apesar de todas as adversidades, o setor está confiante e mais uma vez, catarinenses e gaúchos serão fundamentais para produzir mais alimentos para o Brasil”, concluiu Rodinei Munaretto, gerente de Agronegócios do Sicoob Central SC/RS.

Fonte: Sicoob Central SC/RS