Acesse sua Conta

Perguntas Frequentes

Dúvidas frequentes sobre cooperativas

1 – O que é uma cooperativa?

É uma associação de pessoas com interesses comuns para prestarem serviços entre si, sem fins lucrativos, visando benefícios maiores para todos. Organizada democrática e economicamente, com participação livre, bem como igualdade de direitos e deveres entre todos os associados. Elas podem atuar em diversos segmentos: agropecuário, consumo, crédito, habitacional, saúde, etc.

2 – Qual a origem do cooperativismo?

A organização cooperativa – como a conhecemos hoje – teve início no século XVIII, na Inglaterra, em plena Revolução Industrial. Diante da dura realidade capitalista que se impunha, 28 operários uniram suas economias e suas ideias para juntos formarem a Sociedade dos Probos de Rochdale e para cooperarem entre si de forma a obter benefícios maiores para todos.

3 – Quando surgiu a primeira cooperativa no Brasil?

Em 1889, em Ouro Preto, foi fundada a primeira cooperativa de que se tem registro no país, uma cooperativa de consumo. Mais de uma década depois, em 1902, no Rio Grande do Sul, surge a primeira cooperativa de crédito brasileira. E, a partir de 1906, começam a se desenvolver as primeiras cooperativas agropecuárias nacionais.

4 – O que são cooperativas singulares, centrais e confederações?

Cooperativas singulares são as que prestam serviço diretamente ao cooperado. Ao se unirem umas às outras, as cooperativas singulares formam centrais (que reunidas formam confederações e sistemas). Além do ganho de escala, centrais e confederações associam serviços econômicos e assistenciais de interesse dos filiados.

5 – Qual o número mínimo de pessoas para constituir uma cooperativa?

De acordo com a Lei 5.764/71, é necessário no mínimo 20 pessoas físicas com interesses idênticos para constituir uma cooperativa singular. E para constituir uma central são necessárias, pelo menos, 3 cooperativas singulares.

6 – Quais benefícios todas as cooperativas devem oferecer aos seus cooperados?

Um dos princípios do cooperativismo é a promoção da educação, formação e informação. Para isso, um dos Fundos que uma cooperativa deve ter (obrigatoriamente, por lei) em benefício de seus associados é o FATES – Fundo de Assistência Técnica, Educacional e Social – que pode ser repassado proporcionalmente aos associados ou investido em educação e equipamentos. Além disso, outro benefício que toda cooperativa obrigatoriamente deve garantir aos associados é ter um Fundo de Reserva, para cobertura (mesmo que parcial) de perdas.

7 – Cooperativas de crédito e cooperativas financeiras são a mesma coisa?

Ambos os nomes podem ser usados para designar a instituição cooperativa sem fins lucrativos que oferece serviços e produtos financeiros similares aos dos bancos, mas com muito mais vantagens. Afinal, trata-se de uma associação de pessoas que busca – pela ajuda mútua – administrar melhor seus recursos.

8 – Que produtos e serviços uma cooperativa financeira oferece?

Conta corrente, poupanças e outras aplicações, cartões de crédito e débito, pagamentos, transferências, linhas de crédito… enfim, os mesmos serviços que um banco tradicional.

9 – Posso pagar contas de água, luz e telefone em uma cooperativa financeira?

Se você for associado, sim. Assim como os bancos tradicionais, as cooperativas recebem boletos bancários, carnês, consórcios, INSS e tudo mais.

10 – Os cartões de crédito de cooperativas têm alguma vantagem?

Cooperativas oferecem anuidades menores em relação aos bancos. No Sicoob Transcredi, a anuidade ainda diminui conforme a utilização do cartão. Além disso, você tem um limite para compras em parcela única (aqueles gastos menores) e outro limite para compras parceladas. Assim, você não compromete todo seu crédito nas compras de valores elevados.

11 – Posso fazer o seguro em uma cooperativa financeira?

Sim. Cooperativas financeiras também oferecem seguros empresariais, individuais, entre outros.

12 – Então, qual a diferença entre uma cooperativa financeira e um banco tradicional?

Para começar, cooperativas não têm fins lucrativos, como os bancos. Além disso, numa cooperativa não há clientes e sim associados. Todos têm o mesmo poder de voto e ajudam a decidir tudo, democraticamente. E o resultado, numa cooperativa, é também de todos. As sobras são devolvidas a todos os associados, conforme suas participações, enquanto num banco o lucro é todos dos acionistas.

13 – Quem viaja para o exterior tem vantagens em associar-se a uma cooperativa financeira?

Pode ter. Por exemplo, quem usa o Sicoobcard (cartão de crédito dos associados do Sicoob) não paga mais se a cotação subir após a compra, por que este é o único cartão que utiliza na conversão de moedas o dólar comercial do dia anterior ao da compra.

14 – Há juros menores ou outras vantagens em associar-se a cooperativas financeiras?

Sim. Como as cooperativas financeiras não visam lucro, cobram taxas e juros até 20% menores que as dos bancos. Por terem uma estrutura de custos mais enxuta, cooperativas financeiras também podem oferecer retornos maiores para depósitos a prazo. É possível também encontrar linhas de crédito com condições mais adaptáveis em cooperativas financeiras. E essas são algumas vantagens.

15 – Qualquer pessoa pode se associar a uma cooperativa de crédito?

Sim., Basta procurar o Sicoob Transcredi e apresentar os documentos pessoais, comprovantes de renda e de residência para iniciar o procedimento de abertura de conta.