Acesse sua Conta

Sobre nós

Cooperativas de crédito são instituições financeiras não bancárias que possuem legislação específica - Lei 5.764/71 e LC 130/2009 . São regulamentadas pelo Conselho Monetário Nacional, autorizadas e fiscalizadas pelo Banco Central do Brasil. O cooperativismo de crédito se caracteriza por assumir os riscos da intermediação de recursos privados e gerar benefícios para a comunidade local. Os cooperados são usuários dos serviços e donos do negócio.

O Sicoob é o maior sistema financeiro cooperativo do país É composto por cooperativas financeiras e empresas de apoio, que em conjunto oferecem aos associados serviços de conta corrente, crédito, investimento, cartões, previdência, consórcio, seguros, cobrança bancária, adquirência de meios eletrônicos de pagamento, dentre outros. Ou seja, tem todos os produtos e serviços bancários, mas não é banco. É uma cooperativa financeira, onde os clientes são os donos e por isso os resultados financeiros são divididos entre os cooperados.

Gerenciamento de Riscos

Como agente econômico, o Sicoob tem o compromisso de gerenciar riscos operacionais e de mercado inerentes às suas atividades. O monitoramento e a avaliação desses riscos são realizados através de uma estrutura de gerenciamento de riscos com procedimentos estabelecidos. Realizam  este acompanhamento o Conselho de Administração, os gestores da Central, profissionais que atuam como agentes e monitores internos de risco e a área de auditoria da Confederação nacional do Sicoob.

Para maior tranquilidade de seus associados, o Sicoob possui fundos para garantir a estabilidade de suas operações financeiras - o Fundo Garantidor de Crédito (FGCOOP) e o Fundo de Estabilidade Financeira (FEF).

O FGCOOP é um fundo nacional que garante os depósitos dos associados por meio de indenizações até o valor de R$ 250 mil por titular e cobre os chamados riscos não-sistemáticos, também denominado risco próprio, consequente direto de aspectos financeiros, da administração ou do setor de atuação.