Acesse sua Conta

Vem aí o 13º, a Black Friday e as férias: planeje-se

Estamos quase chegando ao fim de 2018 – um ano de fortes emoções para o Brasil. Tivemos a Copa do Mundo, a greve dos caminhoneiros, a alta dos combustíveis e do dólar, além de eleições com acirradas disputas políticas. Enquanto isso, a recuperação econômica do país se dá de forma gradual, com inflação controlada, mas ainda com alto índice de desemprego. Nesse contexto, como estão as suas finanças?

Perguntas como essas devem fazer parte do seu planejamento financeiro de fim de ano. Ainda não tem um planejamento assim? Pois este é o momento ideal para fazer o seu. E para te ajudar, acompanhe estas dicas:

 

1 – Faça um check-up: como estão suas finanças?

Fazer um acompanhamento constante do seu orçamento é fundamental para manter sua saúde financeira. Caso você ainda não faça esse controle frequente, esta é a hora de começar.

Analise os seus ganhos e gastos nos últimos meses. Se você tiver dívidas, quitá-las deve ser sua prioridade financeira. Observe também se seus gastos estão de acordo com suas prioridades e se há algo em que você possa economizar. Afinal, é sempre bom ter algum dinheiro poupado para casos de emergência.

Se o dinheiro não tem sobrado, manter um controle mais assíduo do seu orçamento pode ser uma boa estratégia. Quer uma boa dica? Adote um app em seu celular para registrar seus gastos e fazer outros controles automaticamente. Ou anote tudo em uma planilha financeira, se preferir.

Conhecendo melhor a situação do seu orçamento, fica mais fácil tomar as decisões necessárias para o seu planejamento financeiro de fim de ano. Veja:

 

2 – Black Friday: vale a pena?

Não é só porque o produto que você andou buscando na internet apareceu para você com uma etiqueta de desconto que o preço cobrado está realmente menor. Confira! Pesquise!

Apesar da fama internacional que tem o nome Black Friday, o evento não deixa de se tratar de uma promoção do varejo – uma forma de estimular as vendas. Portanto, é válido ter atenção às porcentagens de desconto anunciadas, comparar preços e desconfiar de ofertas muito absurdas.

Antes de comprar, confira seu orçamento e planeje um limite de despesas, reflita sobre a necessidade do gasto, compare ofertas e verifique a confiabilidade da loja.

Algumas pessoas aproveitam, também, a Black Friday para adiantar a compra de alguns presentes de Natal. Se houver a chance de economizar dessa forma, reflita sobre essa possibilidade.

Leia também: Black Friday: 5 dicas para aproveitar melhor.

 

3 – Comece já a pensar nas contas de dezembro e de 2019

A hora de planejar os gastos das festas de fim de ano, férias, presentes e contas de início de ano é agora. Coloque tudo na ponta do lápis.

Se você vai viajar, considere:

Lembre-se que reservar alguns desses itens com antecedência pode garantir mais economia.

Sobre as festas de fim de ano, pense nos gastos:

Não deixe de considerar também as contas de início de ano, como:

Leia também: IPTU e IPVA: pagar à vista ou parcelar?

 

4 – 13º salário: como aproveitar melhor?

O melhor jeito de usar o seu 13º salário depende da sua situação financeira. Se você tem dívidas, por exemplo, o ideal é aproveitar o salário extra para quitá-las.

Agora, você também pode guardar seu 13º para pagar algumas contas de início de ano ou, quem sabe, para viajar nas férias. Analise seu planejamento financeiro de fim de ano e use o seu 13º salário conforme suas prioridades.